ABIC premia os vencedores do Melhores da Qualidade 2020/2021

A premiação, também conhecida como Oscar do Café, foi apresentada pelo Diretor executivo Celírio Inácio e pela jornalista Silvana Ramiro e reconheceu os industriais que trabalham para oferecer qualidade aos consumidores

Cobertura Oscar do Café - Crédito ABIC
04/10/2021
Publicado em

A Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC)  escolheu o dia 01 de outubro, data em que é comemorado o Dia Internacional do Café, para anunciar os vencedores da premiação Melhores da Qualidade 2020/2021, também conhecida como Oscar do Café. Através de uma live transmitida pelo canal oficial da Associação no YouTube, o evento reconheceu os industriais que trabalham para oferecer qualidade aos consumidores brasileiros. A jornalista Silvana Ramiro foi responsável pela apresentação desta edição.

Assista a Premiação Melhores da Qualidade 2020/2021:

Celírio Inácio, Diretor Executivo da ABIC, abriu a cerimônia destacando a importância da premiação para o setor: “Hoje, é dia de homenagearmos as indústrias que trabalharam bastante para oferecer cafés de qualidade a nós, consumidores brasileiros”. 

Em seguida, foi a vez do Presidente da ABIC, Ricardo Silveira, mostrar a sua alegria com a realizaçao do evento: “É com imensa satisfação que estamos aqui neste primeiro de outubro para comemorarmos o Dia Internacional do Café e, também, a premiação Melhores da Qualidade do Café, que engradece o nosso café”. Ricardo ainda destacou que, embora 2021 tenha sido um ano difícil para a indústria cafeeira, ela conseguiu se superar os desafios. 

Conheça os vencedores

As empresas de pequeno porte foram as primeiras a serem anunciadas. Na categoria Extraforte, quem levou a melhor foi a empresa Gonçalves Salles pelo produto Café Aviação Extraforte. “É uma honra receber esse prêmio. Estamos sempre focando em qualidade, algo que priorizamos há mais de cem anos”, destacou Roberto Rezende, Vice-presidente da Gonçalves Salles.

O segundo premiado foi Santana Comércio e Exportadora, que venceu nas categorias Tradicional Torrado e Moído e Superior em Grão. Os produtos vencedores foram Ouro de Káffa Tradicional e Ouro de Káffa Superior para Espresso. Abrão Otávio, Diretor da Santana Comércio e Exportadora, agradeceu pelo reconhecimento e afirmou que garantir a qualidade é a única forma de fidelizar os clientes de verdade.

O primeiro lugar na categoria Tradicional Grão ficou com a Sweet Bahia Café pelo produto Agricafé Tradicional. Silvio Leite, Sócio-fundador da Sweet Bahia Café, agradeceu a equipe de colaboradores responsável pela produção e, também, os consumidores por acreditarem no produto. 

A empresa Cambraia Cafés venceu na categoria Superior Torrado e Moído pelo produto Café Zimbro. “Para nós, é sempre um orgulho estar presente entre os melhores da qualidade. É um orgulho vencer nessa categoria. Parabéns à ABIC por incentivar o consumo de cafés de qualidade ”, destacou Henrique Cambraia, Diretor da Cambraia Cafés.

Em seguida, foi a vez de apresentar os vencedores da categoria Gourmet. O primeiro a ser anunciado foi a empresa Baggio Café, que levou o primeiro lugar na categoria Gourmet Torrado e Moído pelo produto Baggio Espresso Gourmet Espresso. Liana Baggio, Sócia-diretora da empresa Baggio, agradeceu pelo reconhecimento de um trabalho que já dura quinze anos. 

Na categoria Gourmet em Grão, a vencedora foi a Indústria e Comércio Dona Flor pelo produto Café Vergato Grãos Para Espresso. “Essa premiação reforça o nosso propósito de promover sensações prazerosas. Sou grato pela ABIC nortear os nossos caminhos e nos ajudar a oferecer produtos de qualidade”, expressou Jose Corral, Diretor da Indústria e Comércio Dona Flor.

Para as empresas de médio porte, a categoria Extraforte foi escolhida como a primeira a ser anunciada. A vencedora foi a Sobésa Indústria de Alimentos Satanense com o produto Café Sobésa Premium Extraforte. Pavel Cardoso, Diretor da Sobesa, afirmou receber o prêmio com muita alegria e satisfação. Ele ainda destacou o papel da própria equipe em oferecer um café de qualidade para o consumidor. Na categoria Tradicional Torrado e Moído, a empresa vitoriosa foi a Anjú Indústria e Comércio de Café com o produto Café Ouro Tradicional. Silvestre Barbi, Diretor da Anjú Indústria e Comércio de Café, acredita que o prêmio é um forte incentivo.

A Santro André Alimentos conquistou o primeiro lugar na categoria Tradicional em Grão com o produto Café Santo André Torrado em Grãos. “É um orgulho e uma conquista ter o nosso café reconhecido pela ABIC”, disse Elston Giriboni, Diretor Administrativo da Santro André Alimentos. Na categoria Superior Torrado e Moído, foi o Café Canecão que levou a melhor com o produto Café Canecão Premium. Natal Martins expressou orgulho em vencer, mais uma vez, essa categoria e ressaltou a importância desse reconhecimento. 

Quem levou a melhor na categoria Superior em Grão foi a empresa Café Excelsior pelo Excelsior Espresso Torrado em Grão. A Loyane Jorge, Coordenadora de Qualidade, afirma estar muito feliz com essa premiação, pois ela reforça o compromisso diário da empresa em entregar um produto de qualidade. A vencedora da categoria Gourmet Torrado e Moído foi a família Prata dos Santos com o Café do Produtor Expresso. Menerval Pereira, Diretor da Empresa Prata dos Santos, revelou que se sente cada vez mais honrado e estimulado em produzir cafés de alta qualidade. Ele ainda agradeceu a parceria com a ABIC.

Na categoria Gourmet em Grão, a Torrefação Noiva Colineses recebeu o reconhecimento pelo produto Perfetto Expresso Gourmet. “Ficamos imensamente felizes com o prêmio. Ele é um reconhecimento a todo o cuidado que temos no nosso processo produtivo”, afirmou Lia Lima Gatti Hofling, Diretora de Marketing da Torrefação Noiva Colineses.

Na sequência, foram anunciados os vencedores das empresas de grande porte. A primeira a receber o prêmio foi o Grupo 3 Corações, que venceu com os produtos Itamaraty Extraforte na categoria Extraforte, Manaus na categoria Tradicional, e Santa Clara Reserva da Família Sul de Minas na categoria Gourmet. Os colaboradores da 3 Corações reconheceram a importância da ABIC em fomentar o consumo de cafés certificados e a relevância de um produto tão essencial para os brasileiros como o café. 

Na categoria Superior em Grão, a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé foi reconhecida pela qualidade do Café Evolutto Espresso em Grão. Mário Panhota, Superintendente da COOXUPÉ, agradeceu os consumidores pelo apoio e à ABIC pelo incentivo. A categoria Gourmet em Grão premiou a JDE Brasil pelo produto Café do Ponto Cafeterie. Hugo Benevento, Gerente de P&D Brasil, revelou se sentir orgulhoso em receber esse reconhecimento da ABIC.

Café sustentável ganha destaque

Em seguida, foi momento de premiar, pela primeira vez, os vencedores na categoria sustentável. A empresa ICATRIL foi reconhecida na categoria sustentável gourmet médio porte pelo Café Cajubá Torrado Expresso. “O reconhecimento da ABIC traz, pra gente, um suporte fantástico”, afirmou Márcio Maia, Diretor da Empresa ICATRIL.

A premiação foi encerrada com a empresa Melitta do Brasil vencendo em três categorias. O café Melitta Especial recebeu o prêmio pelo melhor Café Superior Torrado e Moído das empresas de grande porte e também na categoria Superior Sustentável. Já o Melitta Regiões Brasileiras Sul de Minas ganhou na categoria Gourmet Sustentável das empresas de grande porte. Marcelo Barbieri, Diretor da Melitta do Brasil, reconhece as vitórias como um reforço de que a empresa está no caminho certo para entregar produtos de excelência. 

Ricardo Silveira, Presidente da ABIC, finalizou a cerimônia exaltando o trabalho da ABIC e parabenizando os vencedores. 

Quer assistir a premiação dos Melhores da Qualidade ABIC 2020/2021 na íntegra? Acesse o canal oficial da Associação no YouTube!

O Jornal do Café está cheio de notícias relevantes sobre o setor. Confira!

Redação: Usina da Comunicação

Compartilhar: