Cafés sustentáveis ganham destaque no Brasil

Relatório produzido pela Global Coffee Platform mostra como grandes empresas do setor estão investindo em avanços sustentáveis na sua cadeia de produção

close up picture of hand watering the sapling of the plant
14/07/2021
Publicado em

Seis grandes empresas do setor cafeeiro compartilharam os seus progressos sustentáveis em um relatório produzido pela Global Coffee Platform (GCP). O material, intitulado GCP Snapshot 2019 & 2020, mostra um aumento nas compras de cafés sustentáveis de grandes players do mercado, como JDE Peet’s, Grupo Melitta, Nestlé, Strauss Coffee, SUPRACAFÉ e Tesco.

O documento foi pensado para mostrar os avanços em relação ao tema por parte dos participantes do GCP, bem como fornecer dados anteriormente indisponíveis que serão utilizados em prol da cadeia cafeeira como um todo. A edição deste ano é resultado dos inúmeros esforços da instituição, que incluiu a adição de novos membros, investimento em recursos de pesquisa e a expansão dos esquemas de sustentabilidade qualificados para relatórios usando o GCP Baseline Coffee Code como referência.

Segundo a Diretora Executiva da GCP, Annette Pensel, “O relatório coletivo do GCP sobre compras sustentáveis ​​de café permite que torrefadores e varejistas demonstrem liderança no progresso em direção à transição de todo o mercado de café para o abastecimento sustentável de origens diversas”.

Em comparação ao ano de 2018, o total de café verde comprado teve um aumento de 15%. A pesquisa também apresenta o detalhamento das compras por torrefadoras e varejistas de café participantes. Além disso, oferece conhecimento sobre a diversidade de origem, assim como as ações de café sustentável adquiridas de acordo com diferentes práticas de sustentabilidade reconhecidas pelo GCP.

Sustentabilidade é responsabilidade de todos

Alinhar esforços com o setor cafeeiro e usar uma linguagem comum permite que todos entendam melhor a sustentabilidade, os seus progressos e as lacunas a serem preenchidas com urgência. O GCP acredita que promover o aumento da demanda e o fornecimento de cafés sustentáveis de diversas origens é uma forma importante de dimensionar o impacto positivo para os agricultores, trabalhadores e para o meio ambiente.

Annette Pensel completa dizendo que o relatório é um exemplo poderoso de como os membros do GCP estão cooperando para atender os inúmeros desafios relacionados à sustentabilidade. 

Diante da necessidade de intensificar o trabalho em prol do desenvolvimento sustentável, a instituição estabeleceu metas e encoraja os torrefadores e os varejistas a aumentarem suas compras de café sustentável e a se juntarem ao esforço coletivo de transparência para promover a sustentabilidade em toda a cadeia do café.

Não fique de fora do universo do café! Acesse o link e leia mais sobre o tema.

Redação: Usina da Comunicação

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *