Consumidor brasileiro está menos preocupado com a pandemia

apparel-1850804_1280-760x570

Em estudo feito pela dunnhumby, empresa global de ciência de dados do consumidor, o Brasil se destacou durante os últimos três meses como o campeão em preocupação com a pandemia da COVID-19. Entre o fim de março e início de abril, 49% dos consumidores brasileiros afirmaram estar preocupados; já na segunda semana de abril, o número subiu para 55%.

No período em que a pandemia alcançou o seu auge no país – segundo dados da OMS – no final de maio, os dados apontaram que apenas 46% das pessoas se dizem preocupadas. O número é menor do que quando a pandemia começou a se instalar no Brasil e o índice de mortes ainda não era tão alto.

Para países que já passaram pelo pico da pandemia, esse índice foi diminuindo conforme os casos foram controlados. É o caso da Alemanha, que no fim de março apontou uma taxa de 30% de preocupação, em abril passou para 22% e, no final de maio, apenas 20% dos consumidores no país declararam estar preocupados.

A dunnhumby procurou entender os hábitos dos consumidores durante a pandemia da COVID-19 no mundo e seus impactos no varejo. A pesquisa, realizada em três etapas desde o início da pandemia, envolveu 19 países e ouviu homens e mulheres que são os principais tomadores de decisões de compra em seus domicílios.

*Trecho do texto da redação do Portal NewTrade. Leia na íntegra em https://newtrade.com.br/varejo/consumidor-brasileiro-esta-menos-preocupado-com-a-pandemia/

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *