Divinolândia recebe prêmio de melhor café especial de SP

17ª Edição Especial dos Melhores Cafés de São Paulo avalia lotes da bebida e reforça qualidade da produção do Estado

*Portal do Governo do Estado de São Paulo

Evento de premiação da 17ª Edição Especial dos Melhores Cafés de São Paulo

A cafeicultora Mariana Martins de Souza, de Divinolândia, foi eleita a campeã do concurso estadual que avaliou os dez melhores lotes de cafés especiais de São Paulo e recebeu um certificado durante a 17ª Edição Especial dos Melhores Cafés de São Paulo, na sexta-feira (13). As empresas Exotic Café e Grupo 3 Corações também foram premiadas nas Categorias Ouro e Diamante.

“O café celebra a relação entre campo e cidade da maneira mais pura e direta. É a bebida que mais se revolucionou nos últimos anos. Hoje as pessoas procuram cafés diferentes, com denominação de origem. E São Paulo está mostrando que tem um terroir especial, pois vários cafés premiados vem deste Estado bandeirante”, afirmou o Secretário de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira, durante a entrega da premiação, no Palácio dos Bandeirantes.

A seleção especial dos melhores cafés paulistas de 2019 foi feita durante o 18º Concurso Estadual de Qualidade do Café de São Paulo – Prêmio Aldir Alves Teixeira, cuja premiação ocorreu no Museu do Café, em Santos, em novembro. “É dirigido aos produtores de café, para que sejam escolhidos os melhores cafés em grão cru, que tem a melhor bebida e sabor e que podem ser oferecidos para a indústria, para ela compre e pague preços melhores do que o mercado”, explica o presidente-executivo do Sindicafé-SP, Nathan Herszkowicz.

As empresas que compraram os cafés finalistas do concurso industrializaram os produtos que chegam ao consumidor em embalagens com selos numerados e exclusivos de identificação.

Nesta edição, foram avaliadas 44 sacas de cafés das categorias Natural (22), Cereja Descascado (18), Microlotes (4) e nano lote (1), adquiridas em leilão por indústrias de café e cafeterias. O valor total da venda alcançou R$ 64.140,00. Participaram do leilão as empresas Café Toledo, Baronesa, 3 Corações, Torrefação Baoba, Sr. Espresso Cafes, Reynaldo Anauate, Suplicy Cafés, Coffee Lab, Barisly cafe, Dengo Chocolate, Exotic Café, Cafeteria do Museu, Café Caiçara, Il Barista e Café Morro Grande.

Cafés especiais

Com origem no Oriente, o café rapidamente conquistou a preferência de populações como bebida saudável, agradável, revigorante e companhia de quase todos os momentos do dia. O fruto entrou no Brasil há 300 anos. Hoje, o Brasil é o maior produtor e exportador mundial de café e o segundo maior consumidor do produto.

Os cafés especiais se originam de um fruto que produz bebidas mais finas e diferenciadas, com atributos sensoriais muito apreciados, sabor residual longo e apreciável, sendo o tipo mais valorizado. Numa escala de 0 a 10 pontos, na metodologia de análise da ABIC (Associação Brasileira da Indústria de Café), os cafés especiais conseguem graduação de 7,3 pontos ate 10 pontos, o topo da escala. São Paulo é o terceiro maior produtor de café do país.

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *