Edição virtual da Expocafé será na próxima semana

programacao_expocafe_digital_2020_geral_feed

A edição virtual da Expocafé 2020 terá início na próxima terça-feira, 14 de julho. Por meio do site www.expocafeoficial.com.br, o público poderá acompanhar uma programação técnica variada, que inclui painéis temáticos ao vivo nos dias 14, 15 e 16 de julho, dicas de pesquisadores e demonstrações em campo (seguindo as recomendações de segurança e de distanciamento social). Além disso, uma plataforma online possibilitará até o dia 14 de agosto, a exposição de máquinas, equipamentos e insumos agrícolas.

“Abrimos as negociações para os estandes virtuais em 29 de junho e nos surpreendemos com a adesão dos expositores. Já nos primeiros dias, negociamos todos os espaços especiais e básicos, que incluíam também outras inserções durante o evento. Consideramos isso uma demonstração de confiança no potencial da Expocafé”, analisa o coordenador de Negócios, Antônio Nunes. Cada empresa expositora pode demonstrar até três produtos em por estande virtual.

Organizadora do evento, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) terá um estande virtual no qual comercializará produtos Gourmet, publicações e insumos qualificados. Uma série de cafés varietais das cultivares MGS Aranãs, MGS Paraíso 2 e Catiguá MG2 da safra 2020 foi produzida especialmente para a comercialização durante a Expocafé.

Tecnologias para a cafeicultura

Entre os dias 14 e 16 de julho, sempre a partir das 18h, acontecem ao vivo os painéis temáticos da Expocafé. Na terça-feira (14), o assunto será “Avanços em cultivares de café”, com a participação de instituições como EPAMIG, Fundação Procafé, Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e Instituto Agronômico do Paraná (Iapar). No dia 15 de julho, o tema será cafeicultura orgânica e agroecológica. Na quinta-feira, 16, vão ocorrer dois painéis sobre avanços na pós-colheita, a fermentação será o tema do primeiro, já a secagem será o foco do segundo. Ainda no dia 16, às 16h, acontece o webinário “Mulheres no Café”, promovido pela Emater-MG.

A partir de 15 de julho serão realizadas as dinâmicas de máquinas, com conteúdo online disponibilizado em parceria com a Rede Social do Café/ Peabirus. Serão 14 estações para a demonstração de tecnologias, práticas e equipamentos em campo.

Em uma dessas estações, comandada pela EPAMIG, a pesquisadora Juliana Rezende falará sobre a cultivar MGS Paraíso 2. A variedade desenvolvida pelo Programa de Melhoramento do Cafeeiro vem se destacando em trabalhos realizados em diferentes áreas do Sul de Minas e do Cerrado Mineiro tanto pela produtividade, quanto pelo perfil sensorial da bebida.

No espaço Café Play, o visitante encontrará vídeos com dicas técnicas de pesquisadores sobre café e outros produtos como hortaliças não convencionais, flores, azeite e vinho. Dentre os temas abordados, está a identificação de nematoides, que são microorganismos de solo que causam disfunções na absorção de água e nutrientes em diversas culturas, inclusive o café, provocando danos de leve a graves, podendo culminar até na eliminação de talhões. O assunto será tratado pela pesquisadora da EPAMIG Sul Sônia Salgado.

Confira a programação

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *