Estudo avalia usar inimigos naturais para combater a incidência do bicho mineiro e broca nos cafezais

broca

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) está estudando novas maneiras de controle biológico nas lavouras de café com o foco em minimizar a incidência do bicho mineiro e da broca nos pés de café. O controle biológico é um método de combater pragas agrícolas por meio da utilização de seus inimigos naturais, que podem ser insetos predadores, parasitoides ou microorganismos.

De acordo com Madelaine Venzon, coordenadora do Programa de Pesquisa em Agroecologia, um dos focos da pesquisa é garantir que seja feito trabalhos dentro da rotina dos produtores e com estratégias que possam ser realizadas de maneira integradas com as atividades de rotina nas lavouras. “A gente faz algumas medidas que aumentem esses inimigos naturais que já estão lá. Temos trabalhado muito em introduzir algumas plantas, diversificar o plantio do café com plantas que forneçam alimentos e abrigos para esses inimigos naturais”, explica. 

*Trecho do texto de Virgínia Alves, para o portal Notícias Agrícolas. Leia na íntegra em https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/cafe/258048-estudo-avalia-usar-inimigos-naturais-para-combater-a-incidencia-do-bicho-mineiro-e-broca-nos-cafezais.html#.XqrpnmLPxPY

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *