Palavra do Associado: visibilidade e credibilidade na produção do café

arte gráfica com foto de foto de mulher com chapeu no cafezal
02/06/2021
Publicado em

Cargo: Sócia do Mazzi Caffè e Café Baronesa

Fundada em 2010, a Mazzi Caffè se vinculou à Associação Brasileira do Café (ABIC) por acreditar na importância e na necessidade de fazer parte do quadro de associados e, também, pelo interesse em obter o Selo de Pureza que, para Anna Mazzi Santomauro, sócia do Mazzi Caffè e Café Baronesa, resulta em visibilidade e credibilidade, além de comprovar o valor e qualidade do produto para o consumidor final.

Em 2016, a indústria adquiriu o Café Baronesa, já associado à ABIC. Além do Selo de Pureza, a marca aderiu ao Programa de Qualidade do Café (PQC), que visa adotar um padrão de qualidade da matéria prima da indústria, além de garantir a manutenção do sabor ao longo do tempo e o cumprimento das boas práticas de fabricação. 

Segundo a empresária, o PQC contribuiu para a melhoria da torrefação dos cafés das marcas, fazendo com que a indústria investisse mais em qualidade,  possibilitando a participação no  Concurso Nacional ABIC  – Origens do Brasil – safra 2019, onde adquiriu o café do produtor Mauro Cesar Santomauro, campeão da origem Campos das Vertentes, MG. A premiação reconhece as empresas que investem em qualidade.

Para Anna Mazzi, ter os Selos da Associação é de grande importância para apresentar nos locais de venda. A maior parte dos consumidores se interessa pela certificação de qualidade dos produtos e através dos Selos da ABIC. Contar com os Selos, é atestar aos clientes a entrega de  um produto com qualidade, com possibilidade de rastreabilidade da matéria-prima e, além disso, correto ecologicamente.

Redação: Usina da Comunicação

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *