Projeto "Fazedores de Café" inicia a 7ª turma

Com o objetivo de capacitar jovens em situação de risco, brasileiros e refugiados, a Sofá Café e o Sindicafe-SP se juntaram para desenvolver o projeto “Fazedores de Café”. A proposta é proporcionar a esses jovens a possibilidade de profissionalização como baristas, inserindo-os no mercado de trabalho.

Criado e idealizado por Diego Gonzales, fundador da Sofá Café, o projeto está na sua 7ª turma e tem a duração de 5 meses, sendo 3 meses em sala de aula, na própria empresa e também no Centro de Preparação de Café – CPC, do Sindicafé-SP e 2 meses de estágios em cafeterias. Após o curso, os alunos estão em condições de trabalhar como “baristas”.

De acordo com Paulo Gabriel Maciel da Silva, coordenador do projeto, o perfil dos estudantes são de pessoas que moram afastados do centro de São Paulo, em regiões carentes, com idade média de 22 anos, que nunca haviam tido contatos mais profundos com o café, que passam a enxergar o mundo de uma maneira mais ampliada, com perspectivas de colocação no mercado de trabalho e com uma dedicação muito grande. Como os estágios são em cafeterias, nove no total, as possibilidades de aproveitamento nas próprias empresas são bem grandes.

Essa 7ª turma é composta de seis jovens, sendo 4 brasileiros e dois estrangeiros, de Mali e Somália. Para saber mais sobre o projeto, clique aqui.

Compartilhar:

Um comentário

  1. Parabéns pela atitude!!
    Assim mudamos o mundo 🌍

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *