Aceleração na segunda metade de 2019 anuncia crescimento mais sólido em 2020

industry-1801661_1280

Indústria contribuirá com alta de 2,8% no próximo ano, a maior desde 2011. POR CNI

2019 se caracterizou por dois momentos distintos. O primeiro semestre foi caracterizado por frustração, diante de um primeiro trimestre muito fraco a despeito de uma expectativa de recuperação, que havia aflorado com a mudança de governo. No segundo semestre observou-se uma reação da economia, que encerra o ano em processo de aquecimento moderado.

2020 irá iniciar com perspectivas de aceleração do crescimento, alavancado pelos agentes privados. As reformas recentes implementadas na economia, junto a um quadro macroeconômico de inflação controlada e uma nova relação câmbio-juros, irão solidificar um ambiente propício ao aumento do investimento, da produção e do consumo.

O Economia Brasileira, edição especial do Informe Conjuntural, inclui o balanço de 2019 e as perspectivas para 2020. Em suas seções, o documento faz a análise de Atividade Econômica, Emprego e Renda, Inflação, Juros e Crédito, Política Fiscal e Setor Externo. 

Essa edição também conta com uma análise do cenário Internacional e do Mercado de Crédito.

O relatório completo está disponível na área de publicações da CNI, ou clicando aqui

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *