Estoques globais de café certificado caem e acentuam queda da oferta do arábica convencional

1-62

Em condições normais, como na entressafra brasileira, recorrer aos estoques de passagem de café não é motivo para fortes preocupações dos torrefadores mundiais. Mas quando há uma busca mais acelerada pelos estoques de cafés arábicas certificados é sintoma de que a escassez fica mais acentuada e compradores buscam até os produtos mais caros.

Melhor para os preços negociados em bolsa.

É o caso visto atualmente, avisa Jânio Zeferino, consultor da AgroEasy. Os inventários registrados na ICE Futures (Nova York), até ontem, estavam em 1,951 milhões de sacas, uma queda de quase 6%. A maioria concentrado em Antuérpia.

E o principal produtor originador de café certificado, a Honduras, também vem em baixa, acima de 5%.

*Trecho do texto de Giovanni Lorenzon, para o Money Time. Confira na íntegra em https://www.moneytimes.com.br/estoques-globais-de-cafe-certificado-cai-e-acentua-queda-da-oferta-do-arabica-convencional/

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *