O café, a matéria-prima mais castigada pelo coronavírus

shutterstock_69380449

O preço do café arábica, o tipo mais produzido no Brasil, perdeu 20% de seu valor nos mercados, desde o início de 2020. É a matéria-prima mais afetada pelo coronavírus da China, onde a epidemia já provocou o fechamento de milhares de cafeterias.

O preço do café arábica, o tipo mais produzido no Brasil, perdeu 20% de seu valor nos mercados, desde o início de 2020. É a matéria-prima mais afetada pelo coronavírus da China, onde a epidemia já provocou o fechamento de milhares de cafeterias.

O café sofre mais do que qualquer outra matéria-prima por causa do coronavírus chinês. Desde o início de janeiro, seu preço caiu ainda mais do que o do petróleo: -20%!

*O conteúdo é do portal UOL. Confira na íntegra em https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/rfi/2020/02/07/o-cafe-a-materia-prima-mais-castigada-pelo-coronavirus.htm?

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *