Primeiro clone de café crioulo cadastrado no Brasil é capixaba

cafecrioulo
Verdão Formentini é imune à ferrugem, mais produtivo e tende a ter bom desempenho no sistema agroecológico

É capixaba o primeiro clone de café registrado no Cadastro Nacional de Cultivares Locais, Tradicionais ou Crioulos. Cultivado há 40 anos pela família Formetini em Baixo Tabocas, região de Santo Antonio do Canaã, em Santa Teresa,, o “Verdão Formentini” é um clone de conilon com muitas vantagens sobre as variedades hoje em uso no Estado. O principal diferencial é ser imune à ferrugem, uma das principais doenças que abatem os cafezais, o que reduz em muito o uso de agrotóxicos. Mas ele também compete em produtividade dos melhores clones do Estado e tem uma vida produtiva maior que a maioria. 

*O conteúdo é do Portal Século Diário. Leia na íntegra em https://seculodiario.com.br/public/jornal/materia/primeiro-clone-de-cafe-crioulo-cadastrado-no-brasil-e-capixaba

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *