Chocolate combina com café

A empresária Renata Vichi, vice-presidente do Grupo CRM – que detém marcas como Kopenhagen e Brasil Cacau –, está com fome de expansão. Herdeira da segunda maior fabricante de chocolates do País, com faturamento de R$ 1,7 bilhão, ela planeja abrir 115 novas lojas neste ano: 70 sob a bandeira Kopenhagen, 30 da Brasil Cacau e 15 com o logo da sua nova marca, a rede de cafeterias Kop Koffee. Com isso, a empresa fica mais próxima da líder do setor, a Cacau Show, que fatura R$ 3,5 bilhões por ano. “Não queremos confundir o consumidor. Somos uma chocolateria. Temos uma divisão estratégica, em que 70% das vendas serão chocolate e 30% de café”, afirma Renata. “Já para a cafeteria, o plano é ter 60% de café e 15% de chocolate”. A expectativa de crescimento do grupo para 2020 é de 18%, com geração de 1,2 mil empregos nas novas lojas.

(Nota publicada na edição 1153 da Revista Dinheiro – Hugo Cilo – leia na fonte)

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *