IBGE aponta 57 milhões de sacas de café na safra brasileira 2020/2021

---144027-article

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que a safra 2020/2021 de café do Brasil deverá somar 57 milhões de sacas de 60 kg, avanço de 14,2% na comparação com o ano passado.

A produção de café arábica deve atingir 42,3 milhões de sacas, o que representaria alta de 22,3% na comparação com 2019, devido ao ano de bienalidade positiva da espécie, que alterna anos de elevada e baixa produção. Já a produção de canéfora (robusta) deve atingir 14,8 milhões de sacas, tendo queda de 4,1% frente ao ano anterior, mas acima das 14,2 milhões de sacas estimadas em janeiro.

Em Minas Gerais, principal estado produtor de café arábica do Brasil, a safra da variedade deve avançar 26,4% na comparação anual, para 31,2 milhões de sacas. Em São Paulo, segundo maior produtor de arábica, a produção da espécie deve crescer 6,6% frente a 2019, atingindo 4,7 milhões de sacas.

Segundo o IBGE, a produção de canéfora deve cair 6,2% no Espírito Santo, 5,9% em Minas Gerais e 1,4% na Bahia, tendo avanço estimado de 4,1% em Rondônia.

*As informações são da Reuters, publicadas no Café Point.

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *