Marketing digital: como usar?

Marketing Digital deixou de ser uma tendência para se tornar realidade há alguns anos, mas muitas empresas ainda tentam entender como usar a ferramenta a seu favor.

10/01/2019
Publicado em
Fábio Sayeg fala sobre “Marketing Digital – Como usar essa ferramenta?”

Para falar sobre Marketing Digital, um tema ainda muito atual para as empresas e seus colaboradores, a ABIC convidou o especialista Fabio Sayeg para uma apresentação no 25º Encafé. Formado em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda e pós-graduado pela Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP, ele tem mais de 15 anos de experiência no mercado digital. Há mais de 11 anos, empreende com a Zoly, uma das mais prestigiadas agências digitais do país. Foi pioneiro ao transformar a expertise em marketing e desempenho em uma agência orientada a dados, e dividiu um pouco do seu conhecimento com os participantes do Encafé.

Entre vídeos, questionamentos e provocações, Sayeg foi explicando sobre o universo digital. Facebook, Twitter, Instagram, Snapchat, Pinterest, LinkedIn, são tantas as redes sociais, mas todas com uma única missão: dar voz ao público. E, com o estabelecimento destas mídias, o marketing teve que se reinventar. Agora, o consumidor tem voz ativa, ele pode opinar, reclamar, sugerir, questionar e será ouvido por seu público virtual – e as empresas, estão prontas para responder, para interagir e para tirar proveito desta situação? O que antes era feito apenas por propagandas em que o anunciante dizia e o público ouvia, agora se tornou uma comunicação de via dupla, onde todos falam, refletem e respondem.

“Mais do que nunca, é preciso estudar, testar e ouvir o consumidor”, disse Fabio, que apresentou como exemplo situações reais vivenciadas por sua equipe e clientes, e o desafio constante de se fazer presente e inovador em suas campanhas. “O que faz a diferença atualmente é contar uma história. No produto de vocês, é preciso levar para o consumidor final o histórico por trás da produção do café: como ele é feito, quem participa da cadeia e, principalmente, como ele muda a vida de quem trabalha com ele e para ele. É isso que encanta”, explicou.

O publicitário aproveitou para falar sobre o atual momento de empoderamento feminino e de outros movimentos que a sociedade passa – e a consequente necessidade das marcas se moldarem a este novo cenário. E falando em mudanças, ele apresentou o que aponta ser o novo modelo da pirâmide de Maslow. “Que já é muito conhecida e difundida mundo afora, tratando das necessidades do ser humano: fisiológicas, de segurança, sociais, autoestima e pessoais. Agora, no entanto, o que está na base desta pirâmide é o wifi e a bateria do celular”, brincou, chamando atenção para o crescimento do mobile em todas as faixas etárias. “O celular é onde nos deparamos com o maior poder de compra, e, por isso, é onde devemos investir mais nossas ações de marketing”, alertou.

Sayeg com Bernardo Wolfson

Concluindo sua apresentação, ele destacou a importância de ser real e honesto com o consumidor, além de ser generoso – quem sabe até com os concorrentes, aproveitando as oportunidades de interagir com eles sempre que possível. “Só assim podemos estabelecer relacionamentos de longo prazo com o nosso público. É preciso ter paixão e acreditar em um ponto de vista muito bem definido”, ressaltou.

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *