Uganda espera que exportações de café avancem 16% na safra 2019/20

coffee-2

Por Elias Biryabarema

CAMPALA (Reuters) – A Uganda estima que suas exportações de café no ano-safra de 2019/20 serão cerca de 16% maiores que as da temporada anterior, alavancadas pelo clima favorável e pelo aumento na área de plantio graças ao amadurecimento de novos pés, disse uma autoridade do país nesta quarta-feira.

James Kizito Mayanja, diretor de Inteligência e Informação de Mercado da estatal Autoridade para o Desenvolvimento do Café de Uganda (UCDA, na sigla em inglês) disse à Reuters que os embarques dos grãos na safra de 2019/20 (outubro a setembro) podem atingir 5,1 milhões de sacas de 60 kg, ante 4,4 milhões de sacas exportadas na temporada passada.

“Tivemos uma boa safra no ano passado e esperamos uma produção ainda maior neste ano, devido ao clima favorável… Além disso, o programa de plantio está começando a render frutos, pois vemos que a maior parte dos pés que plantamos está agora amadurecendo”, afirmou Mayanja.

O café foi por muito tempo a única grande commodity de exportação da Uganda, mas acabou ultrapassado pelo ouro, cujos embarques neste ano superavam a marca de 1 bilhão de dólares em junho.

A Uganda é também a maior exportadora de café da África, seguida pela Etiópia. O país cultiva predominantemente a variedade robusta.

(Reportagem de Elias Biryabarema)

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *