CNC destaca volta do CDPC e união da cadeia do café na abertura do Encafé

27encafe

Lessandro Carvalho / Agência SAFRAS

Una, 07 de novembro de 2019 – O 27 Encontro Nacional da Indústria do Café (Encafé), promovido pela Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC), iniciou na noite desta quarta-feira, 6 de novembro, no Transamérica Ilha de Comandatuba, no município de Una, na Bahia. Presente entre as autoridades na mesa da abertura do evento, o presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Silas Brasileiro, destacou em seu pronunciamento a volta do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC).

O CDPC reúne todos os elos da cadeia café (produção, indústria de café torrado e moído e indústria do solúvel, e exportação), atuando junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), definindo políticas para o setor e contando para isso com o Funcafé (Fundo de Defesa da Economia Cafeeira).

Silas Brasileiro destacou que a maior colaboração na criação do CDPC, muitos anos atrás, veio da ABIC. “Tivemos anos difíceis, com 7 ministro da Agricultura nos últimos 16 anos”, afirmou, com o problema de que a cada queda de ministro era necessário começar tudo de novo em termos da política cafeeira. Ponderou que é fundamental uma visão de cadeia para o café. “Vamos trabalhar juntos, porque a cadeia unida pode fazer uma grande diferença”, disse.

O dirigente do CNC comentou que o Brasil consome 40% do que produz e questionou “por que não avançamos mais?”. “Vamos vencer barreiras”, defendeu. Ele referiu-se a importância de além do país ser grande produtor, consumidor e exportador de café em grão, deve exportar mais produto com maior valor agregado, mais café industrializado.

Ainda falando sobre a cadeia café, e sobre o CDPC, Brasileiro disse que “temos feito muito pouco pela indústria”. E no aspecto político, disse que acaba se misturando muito a política cafeeira com “política eleitoreira”, o que dificulta avanços. “A cafeicultura tem mais efeito social que econômico”, destacou. Observou que o CDPC terá um comitê único para discutir ideias, futuro e que é preciso coragem para fazer transformações.

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *