Drip Coffee: solução individual para os amantes de café coado

Prática e fácil de utilizar, a tecnologia permite a degustação de uma bebida de qualidade a qualquer momento e em qualquer lugar

Drip Coffee
Crédito: Freepik
15/07/2021
Publicado em

Não é novidade que o café é a bebida mais popular do Brasil. Não importa a faixa etária, a grande maioria dos brasileiros é apaixonada por ela, ainda mais pra começar o dia com energia. Embora, atualmente, existam inúmeras formas de preparo, principalmente com a popularização das cafeterias, o tipo coado ainda é a preferência entre os apreciadores. Porém, o café coado costuma ser mais consumido em casa, visto que a sua preparação exige a utilização de filtro. 

Dripp Coffee garante praticidade aos amantes do café

O Dripp Coffee surge para tornar essa forma de preparo mais prática, fácil de usar e viável para aqueles que querem degustar uma bebida de qualidade a qualquer momento e em qualquer lugar. 

A tecnologia, que surgiu no Japão na década de 90, consiste em um envelope de sachê individual fechado em nitrogênio. O grão moído fica envolto em um filtro ecológico, responsável por preservar todas as suas características. Também conhecido como café de bolso, ele é ideal para ser transportado em pequenos compartimentos de bolsas e mochilas, o que o torna uma ótima opção para aqueles que desejam degustá-lo no trabalho ou em uma viagem.

Forma de preparo

É bem simples! Basta abrir o pacote e posicionar o coador com as hastes flexíveis na  borda de uma xícara ou de um copo. Em seguida, adicione água quente (entre 100ml e 120ml). É importante lembrar que a quantidade de água adicionada irá refletir diretamente na intensidade da bebida. Em poucos minutos, ela estará pronta!

Benefícios do café coado e filtrado

Não é novidade que o grão é um alimento saudável e que contribui de forma direta com um estilo de vida mais ativo. Um estudo científico publicado no European Journal of Preventive Cardiology mostra que o consumo de cafés coados ou filtrados pode prolongar a vida. Isso acontece, pois essa forma de preparo retém substâncias que aumentam o colesterol no sangue, o que ajuda a prevenir ataques cardíacos e morte prematura.

A pesquisa, que acompanhou mais de meio milhão de homens e mulheres noruegueses saudáveis entre as idades de 20 e 79 anos durante um período de 20 anos, também descobriu que beber café não filtrado ou não coado aumenta o risco de morte em homens com 60 anos ou mais, devido à elevada mortalidade cardiovascular.

Ainda segundo o estudo, essa modalidade reduz em 15% o risco de morte por qualquer causa, em 12% o risco de morte por doenças cardiovasculares nos homens e em 20% o risco de morte por doenças cardíacas nas mulheres. Aqueles que bebem entre uma e quatro xícaras de café filtrado por dia tem uma menor taxa de mortalidade.

Acesse o Jornal do Café para mais informações sobre o setor!

Redação: Usina da Comunicação

Compartilhar:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *